Protesto contra exclusão social reúne 150 pessoas em Santos

Cerca de 150 pessoas participaram, pelas ruas do Centro Histórico da cidade Santos, do 17º Grito dos Excluídos, manifestação que tradicionalmente ocorre no Dia da Independência.

A ação, que reuniu membros de diversas pastorais, sindicatos e movimentos sociais, terminou com uma missa na Catedral de Santos, presidida pelo bispo da Diocese, Dom Jacyr Francisco Braido.

Seguindo o lema da Campanha da Fraternidade, a mobilização abordou o tema: Pela vida grita a terra. Por direitos, todos nós.

“Fazemos uma provocação para podermos construir uma sociedade igualitária, que todos tenham direito à vida com dignidade”, destaca a presidente do Centro de Direitos Humanos Irmã Maria Dolores, Graça Maria Costa da Silva.





Pela tarde, a mobilização ocorreu nas ruas da Zona Noroeste. Após caminhada pelos bairros, a atividade terminou com uma missa na Igreja Santa Margarida Maria.

Gritos dos Excluídos

O Grito dos Excluídos é uma manifestação popular aberta a pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com causas sociais.

A mobilização, que ocorre há 17 anos no Dia 7 de Setembro, tenta chamar a atenção da sociedade para as condições de crescente exclusão social na sociedade brasileira.

Fonte: A Tribuna