Curso em Santos prepara deficientes para mercado de trabalho

Cerca de cem pessoas da Baixada com algum tipo de deficiência começaram terça-feira (16) quatro cursos profissionalizantes em guia de Santos. Entre elas, estava o cadeirante Helton Nascimento da Silva Santos, residente no bairro Santo Antonio, em Guarujá.

Para chegar ao prédio do Unimonte, na Vila Mathias, onde está sendo dado o curso, ele precisa sair de casa às 10h30, ou seja duas horas e meia antes da aula, às 13h.

Santos utiliza dois ônibus e a barca para travessia do estuário. “Este é o terceiro curso que faço (é formado em atendente de portaria e auxiliar administrativo) e acredito que sabendo montar e utilizar computadores posso conseguir um emprego”.

As aulas ministradas pela Avape (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência) e Centro Paula Souza possuem, inclusive, intérprete de libras (língua de sinais) para auxiliar os deficientes auditivos.





Luciana dos Santos Mota é quem faz a tradução para Pedro Henrique da Silva Ferreira, de 22 anos, que quer se tornar operador de computador.

Os cursos de informática básica, armazenagem e reposição de mercadorias, auxiliar de escritório e operador de computador fazem parte do programa ‘Via Rápida Emprego’, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, em parceria com a prefeitura, por meio da Code (Coordenadoria de Defesa de Políticas para Pessoas com Deficiência).

Os selecionados recebem material didático e subsídio de transporte de R$ 120,00. Os desempregados, sem seguro-desemprego ou benefício previdenciário, também têm direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210,00 durante o curso. As aulas são dadas de segunda a sexta, de manhã ou à tarde, com duração de 42 dias.

Fonte: Prefeitura de Santos





2 Comentários

  1. valter leonardo 28 de agosto de 2011
    • Encontra Santos 8 de setembro de 2011

Deixe seu comentário