Teatro Guarany em Santos

Teatro Guarany em SantosO Teatro Guarany em Santos, é um dos locais de maior relevância na história de Santos. Por volta de 1876, um grupo formado por pessoas da sociedade santista fundou a Associação Theatro Guarany.

O objetivo era construção de uma nova casa de espetáculo para substituir o antigo armazém situado no Largo da Misericórdia (atual Praça Mauá), que abrigava os eventos do município, mas não tinha condições de higiene e segurança adequadas, causando constantes protestos dos freqüentadores.

Os materiais empregados na construção do teatro eram de primeira qualidade. As paredes externas, por exemplo, foram feitas em alvenaria de pedra, antiga técnica portuguesa.

Em 7 de dezembro de 1882, após atraso de 11 meses na obra por motivos financeiros, o Teatro Guarany, nome dado em homenagem a José de Alencar e Carlos Gomes, abria suas portas com a exibição do drama Mário, extraído do romance Marthe de Kerven, de Eduardo Capendu, adaptado curiosamente pelo autor do projeto, o engenheiro Manuel Ferreira Garcia Redondo.

A partir deste momento, o Guarany receberia personalidades do porte de Sarah Bernhardt (1886), Emanuel Giovani (1887), Rejane (1902) e Artur Azevedo (1907). Além de grandes eventos artísticos, o teatro abrigou manifestações abolicionistas, incluindo discursos de José do Patrocínio, palanque para atos republicanos e até cerimônias fúnebres, como no falecimento de Carlos Gomes (1896), quando seu corpo passou por Santos a caminho de Campinas.

Por volta de 1910, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia adquiriu o teatro. O imóvel passou por reforma, retomando suas atividades e recebendo expoentes da cultura brasileira, como Olavo Bilac (1917) e Júlio Dantas (1923).

Com a inauguração do Teatro Cassino Parque Balneário (1923) e do Coliseu (1924), o Guarany sofreu um duro golpe. Os dois novos prédios renovaram as exigências da burguesia cafeeira, que o ´trocou´ pelas duas novas casas. O prédio serviu de ambulatório na Revolução de 1924. Foi concentração de oposicionistas ao regime de Vargas, na Revolução de 1932.

Com o passar do tempo exibiu apenas espetáculos menores, sem grande projeção. Nos anos 50 sofreu profundas alterações em seu interior, onde foi instalado um cinema, bar e loja comercial, marcando o declínio do espaço. Ficou assim até meados de 1980, quando a Santa Casa quis vender o imóvel.

No mesmo ano o Condephaat decidiu pelo tombamento. Em seguida a este anúncio, um incêndio destruiu o interior da casa de espetáculos. O imóvel permaneceu abandonado. Somente a partir de 1994, a Santa Casa leiloou o teatro, que foi arrematado por um comerciante por U$ 90 mil.

Em 2003, a Prefeitura de Santos desapropriou o imóvel e iniciou o processo de compra e recuperação total do Teatro Guarany, a partir do Programa de Revitalização da Região Central Histórica, o – Alegra Centro.

Teatro Guarany em Santos
Praça Andradas, s/n - Cidade Santos - SP
CEP: 11010-100
(13) 3226-8000




  Sobre o EncontraSantos
Fale com EncontraSantos
ANUNCIE: Com Destaque | Anuncie Grátis

siga o Encontra Santos no Facebook siga o Encontra Santos no Twitter Encontra Santos no Google+


Termos EncontraSantos | Privacidade EncontraSantos